Suíça: Berna

Eu não sei exatamente explicar porque demoramos tanto pra conhecer Berna. Talvez seja porque outras cidades suíças pareçam mais convidativas, ou porque Berna é uma cidade pequena, ou porque é perto daqui e portanto a gente sabia que podia ir a qualquer hora – não sei.

No entanto, quando eu estava pesquisando sobre os vinhedos de Lavaux, eu descobri que o centro de Berna também é Patrimônio da Unesco, e isso me deu vontade de conhecer Berna “pra ontem”. Então eu aproveitei a visita de um casal de amigos e sugeri que fossemos a Berna – e assim teríamos um passeio inédito para todos.

Alugamos um carro e saímos de Lausanne cedinho. Estacionamos o carro no estacionamento da Gare de Berna, porque a localização da Gare é ótima para iniciar o passeio pela cidade e também porque poderíamos deixar o carro lá por quanto tempo fosse necessário.

Berna é a capital da Suíça (Há Há) desde 1848, e tem cerca de 134 mil habitantes. O centro de Berna foi eleito Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1983, graças a excelente conservação, sendo hoje um dos melhores exemplos de cidade medieval da Europa. O símbolo da cidade é o urso, e dizem que o nome Bern vem do alemão Bär, que significa urso.

O ar medieval da cidade, com seus muitos chafarizes e suas muitas fachadas de arenito, ruas estreitas e torres históricas, possui uma característica única. O elevado Jardim das Rosas, acima do Fosso dos Ursos, e a plataforma da torre da catedral, medindo 101 metros de altura, oferecem a melhor vista para o centro histórico, em volta do qual flui o rio Aare. Das antigas trincheiras e dos baluartes, despenca-se abruptamente para o rio. As butiques, os bares e cabarés do centro histórico da cidade – alguns dos quais situam-se em porões abobadados – e os pequenos cafés de rua atraem tanto moradores locais quanto turistas. Apesar de Berna apresentar uma excelente rede de transporte público, o melhor mesmo é explorar o centro da cidade a pé.  My Switzerland

Eu não tive muito tempo de pesquisar sobre a cidade, então fiz uma pesquisa rápida sobre os pontos turísticos principais. Já estava anotando tudo meio “porcamente” num mapa, quando encontrei um aplicativo gratuito, o City Guide Bern, que apresenta uma caminhada guiada pelo centro da cidade (partindo e voltando pra gare), com pequenas explicações sobre os principais pontos turísticos e todo trajeto marcado no mapa. Mais mão na roda: impossível. Eu encontrei mapas semelhantes na internet, mas ter no celular é muito mais prático.

foto

Começamos a caminhada no sentido contrário (porque na real, tanto faz).

Bundeshaus

O Parlamento é a sede do governo suíço, inaugurado em 1902. É possível visitar o prédio, e aqui tem informações das visitas guiadas e dos horários. Nossos horários não fecharam com a visita guiada em inglês, então acabamos não entrando. No sábado de manhã havia uma feira de flores em frente ao Bundeshaus, na Bundesplatz –  há boatos de que a reserva de outro do Banco Nacional da Suíça esteja em baixo da Bundesplatz…

2014-07-05 10.28.06 2014-07-05 10.30.54 2014-07-05 10.30.58

Também aproveitamos pra fazer fotos atrás do palácio.

2014-07-05 10.37.40

Depois fomos caminhando em direção a Catedral e passamos por uma feira, cheia e queijos, pães, frutas e coisas deliciosas.

Catedral

A Catedral de Berna é um dos mais importantes trabalhos representativos do gótico tardio na Suíça. A construção se iniciou em 1421 e durou aproximadamente 100 anos. Um dos destaques da Catedral é a escultura sobre o portal principal. Representa o dia do Juízo Final, quando os ímpios (na direita, nus) serão separados dos justos (esquerda, de branco). No centro está a Justiça, com santos e as virgens ao seu redor, assim como o Arcanjo Miguel com a espada levantada.

As esculturas do Juízo Final foram as únicas estátuas da catedral a sobreviver a iconoclastia da Reforma Protestante. Nem todas as estátuas são originais (algumas estão no Museu de Berna), mas todas as 170 figuras menores são originais. Foram feitas pelo escultor Erhard Küng de Westphalia, entre 1460 e 1501. Somente a escultura da Justiça foi feita por outro artista: Daniel Heintz, em 1571.

2014-07-05 10.53.30

2014-07-05 11.39.27

Nós pagamos 5 CHF cada para subir até a torre e vale muito a pena. A vista lá de cima é espetacular. Cansa um bocado, mas compensa totalmente.

2014-07-05 11.18.35

2014-07-05 11.24.07

2014-07-05 11.24.45O Rio Aare e essa cor inexplicável de água limpa

2014-07-05 11.25.04A feira 

2014-07-05 11.25.41

Ao lado da Catedral nós encontramos mais uma feira, dessa vez de artesanato. Foi a feira de artesanato mais legal que eu já vi em toda a Suíça, e eu super me arrependo de ter pão durizado naquela hora. Também aproveitamos pra comer um pão com salsicha, entrando num clima meio ~ alemão ~

Casa mal assombrada

Bom, é uma casa super bem localizada em Bern e que mesmo assim está vazia. Histórias contam sobre barulhos estranhos que vem da casa, e falam de um grupo de estudantes que decidiu passar a noite lá e logo depois morreram. A casal mal assombrada é propriedade da Confederação Suíça desde 1941.

E me pareceu uma casa bem normal, na verdade.

2014-07-05 12.02.09

Erlacherhof

Esse prédio foi construído em meados do século XVIII seguindo um exemplo francês e é o único prédio em toda a cidade com um pátio interior. Serviu como residência da família Von Erlach, e entre 1848 e 1857 serviu como sede do Parlamento. Agora, é utilizada como parte da administração da cidade.

2014-07-05 12.03.33

Barenpark

Segundo a lenda, o fundador da cidade Duque Berchtold V nomeou a cidade após ter capturado um urso em uma caçada. Desde então, o urso é o símbolo da cidade.  A cidade tem ursos desde o século XVI, e em 2009 eles foram realocados no Barenpark, perto do rio e onde eles podem se mover com mais liberdade.

2014-07-05 12.13.49

2014-07-05 12.19.02

2014-07-05 12.22.49

Conseguimos ver dois ursos e, bem, ao mesmo tempo em que eles estão num lugar lindo, dá dó também. Aproveitamos que estávamos ali pra conhecer a Altes Tramdepot, uma cervejaria que fica bem do lado do Barenpark.

2014-07-05 12.44.10

Rosengarten

O parque das Rosas é o local que oferece a mais bela vista da cidade antiga, além de contar com 200 tipos de rosas. Infelizmente não subimos até lá. Estava ameaçando cair a maior água, e nós resolvemos voltar pro centro onde podíamos nos abrigar nas arcadas (são cerca de 6 km de arcadas).

* adição posterior: subi lá na minha última visita a Berna e super vale a pena. Como subimos no final da tarde e tínhamos só o celular, as fotos não ficaram aquela Brastemp, mas mesmo assim recomendo ir até lá, a vista é ótima.

IMG_4292

Prefeitura

Construída no século XV em estilo gótico tardio, serve como centro político tanto para a cidade quanto para o cantão de Berna.

2014-07-05 13.22.46

Aproveitamos e entramos numa Igreja que fica ao lado que, no caso, é a Igreja de São Pedro e São Paulo.

2014-07-05 13.26.44

Casa do Einstein

Einstein alugou um apartamento no terceiro andar na Kramgasse 49, de 1903 a 1905, enquanto ele trabalhava para o escritório suíço de patentes. Durante esse tempo ele concebeu sua teoria da relatividade (ou grande parte do trabalho) e hoje o apartamento é um museu.

2014-07-05 13.34.03

Zytglogge

Em 1530, a Torre do Relógio em Berna ganhou um relógio astronômico, que mostra a posição do sol, da lua, das constelações e planetas, além da hora, dia da semana, data e mês. Toda hora cheia saem “bonequinhos” enquanto toca o sino. É considerado o ponto turístico mais importante de Berna.

2014-07-05 13.31.10

2014-07-05 13.44.14

Então, nós estávamos esperando um “espetáculo”, digno dos “muitos turistas que se amontoam em frente ao Zytglogge perto da hora cheia”, mas vimos muito pouco. O relógio é muito bacana, com certeza, mas tem gente exagerando um pouco sobre o que acontece lá.

Fonte do Ogro

Berna conta com mais de 20 fontes, e uma das mais famosas é a fonte do Ogro. Como não amar uma cidade que mantém uma fonte com um ogro comendo uma criancinha?

2014-07-05 13.42.24

Outras fontes:

2014-07-05 13.22.53 2014-07-05 13.36.54

Kornhaus

O prédio atrás da Fonte do Ogro é o Kornhaus, que hoje serve como centro de artes e restaurante. Como o nome sugere, o prédio era utilizado para estocagem de grãos.

2014-07-05 13.41.45

Torre da Prisão

A primeira torre fortificada, finalizada em 1256, servia como portão oeste da cidade de Berna. Depois do grande incêndio de 1405, foi utilizada como prisão. A prisão, no centro da cidade, servia como um lembrete aos cidadãos sobre as consequências das atividades criminosas. Nós anos de 1641-1644 a antiga torre foi derrubada e a atual foi construída em seu lugar.

2014-07-05 14.06.53

Dalleback Kari

O trajeto ainda sugere a visita a estátua de Dalleback Kari, uma das personalidades mais famosas de Berna. Não passamos por ali.

****

Claro que nem tudo nessa caminhada é imperdível mas, num geral, o trajeto é bem interessante. A gente demorou de 4 ou 5 horas pra fazer tudo isso (mas não fomos até o ponto mais distante, o Rosengarten, porque estava ameaçando chover). Como tudo é pertinho, você não precisa de muito tempo – mas quanto mais tempo puder ficar, melhor, porque a cidade é muito charmosa (pena que não pude desbravar o comércio pelas arcadas). Além desses pontos existem vários outros, como o Museu de Berna e o museu Paul Klee, que vão ficar para um próximo passeio.

Enfim…. eu não sei porque demoramos tanto pra ir, mas agora eu não vejo a hora de voltar pra fazer todas as coisas que não fizemos. Berna é uma cidade encantadora que parece ter saído de um filme. Talvez sejam as cores (lindas mesmo num dia nublado), ou a organização, as flores nas janelas, eu não sei… mas Berna tem um charme que outras cidades da Suíça não tem. Não querendo menosprezar as outras cidades (cada uma com suas qualidades), mas Berna foge do padrão, e por isso eu acho que vale muito a pena incluir a cidade no roteiro.

2014-07-05 10.55.09

2014-07-05 13.40.56

Você também pode gostar de:

8 Comentários

  1. oi Monique, estive em Berna semana passada e também amei!! Senti falta de uma sugestão importante no teu post: ir ao Gurten!! É um parque que fica numa montanha mais ao Sul da cidade, pegando o tram 9 na estação Bern Bahnhof chega lá em 15 min… Tem um funicular na entrada que custa 10 chf (mas se estiver hospedado na cidade e tiver o cartão do transporte público é de graça) e leva lá no alto do parque – é possível subir a pé também, mas é uma “pernada” – a montanha tem em torno de 850 m de altura.. Lá em cima tem várias trilhas para percorrer de bicicleta ou a pé mesmo.. gramados gigantes e bem cuidados, lugar para pique-nique e churrrasco.. tem uma torre que permite uma vista linda de Berna de um lado e dos Alpes do outro… muito lindo! tem também restaurante com preços bem razoáveis e parquinho para as crianças.. recomendo!!

    1. Obrigada pela sugestão Débora!
      Nas duas vezes que fui a Berna eu fui com amigos brasileiros que estavam me visitando, então nos limitamos a fazer o mais básico mesmo, já que o tempo era curto.
      Fiquei super interessada na parte da “pernada”! Esse ano a gente fez alguns hikings e eu fiquei bem viciada! Já estou pensando em outras trilhas que podemos fazer, e certamente vou colocar a tua sugestão na minha lista (que já está giganteee).
      Abraços 😉

        1. Assim que eu fizer eu conto por aqui como foi =D
          e sempre que tiver dicas de passeios bacanas, estou aceitando!
          Abraços!

  2. Olá, Monique! Estamos programando uma passagem por Berna! Gostaria de saber o endereço do estacionamento que você mencionou! Obrigada!

Deixe uma resposta para Um passeio no lago Oeschinen (Oeschinensee) - Gnomonique Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *