Como alugar um apartamento em Lausanne II: dicas

Em 2013 nós morávamos em um apartamento ótimo e super bem localizado. A questão é que tínhamos um contrato de sub-locação, e esses contratos podem durar até 1 ano. Então em novembro nosso contrato acabou e acabamos nos mudando pra um outro apartamento, no centro da cidade, um apartamento terrível. Mas essa história eu conto outra hora.

giphy

Nós resolvemos que precisávamos mudar de apartamento com urgência no dia 02 de janeiro. A partir desse momento, eu entrei em todos os sites que eu citei no post anterior (Como alugar um apartamento em Lausanne), e criei alertas para a região de Lausanne e arredores, fixando sempre um preço máximo. O Henrique também ficou de olho no Logement EPFL, e nós começamos a disparar e-mails e telefonemas pra marcar visitas.  De todos os contatos que fizemos, conseguimos marcar visita pra metade (muitos e-mails não respondidos e telefonemas não atendidos).

Marcamos nossa primeira visita pro domingo, dia 05 de janeiro. E mais uma, pro dia 06. E mais uma, pro dia 07… e assim a gente visitou 9 apartamentos em uma semana. Aquele esquema: a gente visitava, conversava e decidia se entregava o dossiê ou não. Caso a gente decidisse por entregar, no dia seguinte já estávamos nós lá, no momento de abertura da imobiliária, entregando o nosso dossiê (geralmente as visitas são feitas a noite ou no final de semana, quando a imobiliária está fechada). Algumas imobiliárias permitem que você entregue o dossiê de forma online, nesse caso, logo após visitar o apartamento estávamos nós preenchendo formulários e fazendo upload de documentos.

Num geral, todos os apartamentos que visitamos eram muito bons. Alguns mais velhos, alguns não tão bem localizados, mas num geral, apartamentos muito bons. Tem poucas opções, mas dificilmente você descarta uma porque não gostou do apartamento. Nós só descartamos apartamentos quando não gostamos da localização.

Além de caprichar no fator ‘agilidade’ (tanto pra marcar a visita quanto pra entregar o dossiê na imobiliária), outra coisa que fizemos foi criar um dossiê bem completo. Antes de começar a fazer as visitas nós já deixamos os dossiês todos prontos.

O nosso dossiê continha:

– Cópia de permissão de residência, passaporte e Office de Pursuites

– Cópia do contrato de trabalho

– Cópia das fichas dos 3 últimos salários

– Cópia do seguro responsabilidade civil

– Carta de recomendação

– Carta de motivação

A carta de recomendação nós conseguimos com a pessoa que alugou um quarto para o Henrique assim que ele chegou aqui, e hoje é nossa amiga. Ela é suíça e fez uma cartinha bem simples dizendo que a convivência foi harmoniosa, tranquila, que os pagamentos foram feitos sempre a contento e se colocando a disposição para dar mais informações.

Na carta de motivação nós contávamos, basicamente, que tínhamos visitado o apartamento, que tínhamos gostado muito por causa de “x” (em cada carta o motivo era diferente, mas geralmente relacionado a localização), que nós pretendemos ficar na Suíça por mais XX meses, que nós somos pessoas calmas, não-fumantes e que não temos animais. E nos colocávamos a disposição para fornecer mais informações e para um encontro/entrevista para maiores esclarecimentos.

Na terça feira, dia 14, recebemos um email avisando que tínhamos sido escolhidos para um apartamento mobiliado perto da EPFL. Ligamos pra imobiliária em seguida, marcamos um horário e a tarde já estávamos lá assinando o contrato de aluguel. Nós ficamos muito felizes porque o apartamento é pequeno, mas muito bem dividido, é mobiliado, é perto da EPFL, fica numa região ótima e o preço cabe no nosso bolso.

giphy (1)

A nossa busca por um apartamento durou 12 dias, mas não tome isso como parâmetro. Nós tivemos bastante sorte, e a época ajudou também, pois haviam muitos anúncios de apartamento e as visitas deste apartamento foram no primeiro fim de semana do ano, isso é, antes de muita gente voltar de férias. Nós acreditamos também que alguns fatores podem ter nos ajudado. Então seguem algumas dicas:

* Agilidade: veja os anúncios, entre em contato com rapidez, marque a visita (se tiver visita em dois dias, vá no primeiro).

* Faça um dossiê bem completo, mas coloque só documentos que realmente podem provar que você será um bom locatário.

* Faça uma carta de motivação. Não precisa ser longa, mas demonstre o seu interesse pelo imóvel, acho que isso deixa o processo um pouco mais humano.

* Demonstre interesse, jamais desespero. Os proprietários/imobiliárias realmente não querem alugar imóveis pra pessoas desesperadas. Pessoas desesperadas aceitam qualquer coisa, sem critérios, e são mais propensas a desistir do contrato e criar problemas depois.

* Seja sincero no seu formulário-dossiê. Algumas pessoas aqui nos aconselharam a mentir sobre a quantidade de pessoas a viver no apartamento (dizer que seria 1 pessoa só). Acho que é melhor você demorar um pouco mais pra conseguir algo dizendo a verdade, do que ser pego numa mentira e ter seu nome queimado com uma certa imobiliária.

* Seja criterioso. Não economize tempo na hora de fazer visitas, você pode se surpreender positivamente (os dois que nós mais gostamos eram os mais longe), mas se depois da visita você não gostou de algo, seja do apartamento, da vizinhança… não aplique.

* Não seja preconceituoso com relação a localização. Pesquise em comunes próximas, quem sabe até em cidades próximas. A maioria das pessoas que a gente conhece e convive não mora exatamente em Lausanne.

* Foque no que você tem de bom (um bom contrato de trabalho, um bom salário, uma situação estável, não fumante, sem animais…). Parece bobo, mas é realmente desanimador visitar apartamentos e encontrar outras trocentas pessoas na mesma situação que você.

* Não puxe o saco da pessoa que está realizando a visita. Geralmente não é ela que escolhe. E também não seja mal educado com ela.

* Vale ficar de olho na data do anúncio, porque anúncios antigos geralmente não ‘funcionam’ mais (as visitas já foram realizadas, os dossiês entregues…).

* Tente conseguir uma carta de recomendação. Pode ser com o empregador, com um colega, com um primeiro locatário (a estratégia de alugar um quarto provisoriamente pode dar certo aqui).

* Converse com os seus amigos, colegas… e conte a eles que você precisa de um apartamento. As vezes as pessoas conhecem alguém que tem um apartamento e quer alugar, algum macete, alguma imobiliária menor… é como eu digo, as vezes ter contatos é mais importante que ter dinheiro!

* esqueça os procedimentos brasileiros de aluguel de apartamentos. Eles não funcionam aqui. Aliás, esqueça muita coisa sobre o mercado imobiliário brasileiro. Em 2013 eu tive a oportunidade de participar de uma Sala de Arquitetos, e pude ver como as pessoas no Brasil se apavoram, literalmente, com a ideia de uma incorporadora construir um edifício com apartamentos de 50 m2. Aqui, 50 m2 é mansão, luxo e ostentação =P

* Considere com carinho a ideia de alugar algo provisoriamente. Uma sublocação, o aluguel de um quarto. Pode ser um meio de fazer contatos, conseguir uma referência e poder pesquisar com calma pra conseguir um lugar melhor. Sem falar que se você vem sozinho, é uma boa maneira de fazer amigos.

Você também pode gostar de:

5 Comentários

  1. We are looking for a smal apartment to rent ….and qould like to receive possibilities either direct for Lausanne or region not too far from Lausanne….it can be close to the city not much further than 100 kms.
    Awaiting a reply, thank you..
    We just wish to know more about the possibilities.

    sincerely

    1. Hello Mary
      I recommend to use websites such as Anibis, Immoscout, Homegate and Immostreet. You can create alerts for new offers directly in your email, and in some of them you can search for places up to a limit distance to a point of interest (i.e. Lausanne).
      You may use the zip code 1005 which refers to Lausanne downtown.
      Best regards,
      Monique

  2. Oi, Monique, muito legal seu blog. Parabéns e obrigado pelas dicas. Acabo de receber a carta de aceitação da Unil e as aulas começam em 8 de janeiro 2018. Muito feliz, entusiasmado é um pouco tenso com essas dificuldades de moradia tão bem relargadas por você. Penso em ir na primeira semana de janeiro para ter tempo de correr atrás do aluguel e tirar a permissão de residência para depois buscar a família, o que te parece? ABS

    1. Oi Cristiano!

      O que é bom ter em mente é que dificilmente você vai chegar e já se instalar na moradia ideal. A maioria das pessoas começa alugando só um quarto, ou então sub-locando uma moradia por um período curto.
      Na teoria é mais fácil passar por esse período sozinho, mas nunca se sabe como as coisas vão acontecer.
      Boa sorte!

  3. Obrigado pelo retorno, Monique. A solução que mais me agrada será me instalar em um hotel pelos primeiros 30 dias para ter tempo para pedir a permissão de moradia, a carta de nada consta e começar a busca pelo apartamento com alguma antecedência. Continue seu belo trabalho postando novidades e ajudando os seguidores. Parabéns

Deixe uma resposta para Mary Behrendt Steffens Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *