Compras em Lausanne

Num geral, eu acho Lausanne uma cidade bacana pra fazer compras. No decorrer do texto eu vou explicar isso um pouco melhor. No entanto, essa é a minha opinião e é baseada nos meus hábitos.

O centro da cidade é pequeno e é uma área bastante agradável para caminhar. Na maioria das ruas somente pedestres podem circular, as lojas ficam muito perto umas das outras e você pode andar por todo o centro da cidade em uma tarde (desde que você não demore muito dentro das lojas =P). A cidade é pequena (pro padrão brasileiro), mas mesmo assim é possível encontrar de tudo, desde lojas de departamento mais populares até lojas mais caras e conceituadas, como a Louis Vuitton.

O mapa do centro da cidade que aparece nos folhetos turísticos é bem zoado (foto abaixo). É normal ficar confuso com ele, e confuso na rua também.

foto

As partes amarelas são as ruas onde só transitam pedestres e onde se encontram a maioria das lojas. O que eu gosto de fazer é começar lá de cima, na parada Bel Air, pegar a rua St. Laurent, descer ao lado da Igreja (passa na frente da Manor), seguir até a Place de la Palud, descer pra Rue Centrale e subir a Rue Saint François até a Igreja. Dali, é só voltar pela ponte até o ponto onde comecei, a parada Bel Air. Fazendo esse trajeto dá pra passar na frente de muitas lojas e aproveitar bastante.

Roupas

Aqui na cidade encontramos aquelas lojas de departamentos amigas que fazem sucesso na Europa toda, como a H&M, Pimkie, Bershka, C&A, Zara e Mango (nos sites você pode conferir preços).

Essas lojas costumam tem preços acessíveis sempre, mas valem muito mais a pena quando estão em promoção (já que a gente sabe que a qualidade não é a característica marcante dessas peças). Aliás, acho que essa é uma diferença daqui pro Brasil: quando tem desconto aqui, tem desconto mesmo. Você consegue encontrar lojas com todas peças em promoção (nada de ‘artigos selecionados’) e peças com preços realmente muito bons, estilo torra torra mesmo.

O segredo é ter paciência pra procurar aquilo que te agrada.

2013-12-01 15.57.28

Outra loja que sempre dou uma olhada é a Chicorée. Na loja da Place de la Palud tem uma sessão outlet no andar inferior, onde comprei moletons e malhas básicas por preços ridiculamente baratos (coisa de 6 reais um moletom, 4 reais por uma camiseta branca). É uma loja bacana pra roupas básicas, sem estampas, roupa pra academia, roupa pra bater, pra não ter dó de usar. É preciso garimpar, pois tem muita coisa de gosto duvidoso também. Todas as roupas que eu comprei nessa loja seguem inteiras e usáveis, mesmo sendo lavadas na máquina  – então eu acho que vale a pena.    Fechou!

Algumas outras lojas, voltadas para um público mais jovem, são a Tally Weijl (só feminina, tem boas promoções), New Yorker (feminina e masculina), Metro (moda super alternativa). Em uma caminhada pelo centro você vai passar na frente de várias outras lojas locais, e vale a pena entrar e pesquisar.

Além disso, a Manor, a Globus e o Coop City tem andares exclusivos de roupa feminina, masculina e infantil, de diversas marcas, inclusive marcas mais “bacaninhas”.

Não indico nenhuma loja de calçados pois eu acho que estamos mais bem servidos no Brasil nesse quesito, mas caminhando pelo centro você vai passar por várias delas, como a La Halle e a Vogele Shoes.

* Adição posterior: tenho gostado muito de ir na Dosenbach. Na minha última visita ao Brasil eu me apavorei com os preços do calçados, e passei a comprar mais por aqui mesmo.

Preços: depende do seu poder aquisitivo. Pensando em pessoas ganham em francos e gastam em francos, o preço das roupas é muito bom. Mas isso não significa que sejam baratas pra quem ganhou em reais e vem aqui gastar em francos. Aliás, lojas como H&M e Zara costumam ter preços melhores em outros países, veja o exemplo:

Capture d'écran 2014-08-11 16.48.27

Blusa Zara Suíça: R$ 150 

Capture d'écran 2014-08-11 16.48.35

Mesma Blusa na Zara Espanha: R$ 91 

Eu usei esse exemplo aleatoriamente, porque achei a blusa bonita. As duas fotos foram tiradas hoje, 11 de agosto. Vale comentar que essas diferenças existem também em outros países (essa mesma blusa custa 39,95 euros na França – mas ainda assim mais barato que na Suíça). E também, que em algumas peças a diferença não é tão gritante, mas (até onde observei) ela sempre existe.

Livros

Eu não tenho o hábito de comprar livros em livrarias, prefiro comprar na internet. Mas aqui em Lausanne tem uma FNAC bacana e uma Payot. Eu acho os livros caros aqui (por exemplo: 32 CHF pelo 1º livro Jogos Vorazes, quando no Brasil você compra a trilogia por R$ 80 nas promos do Submarino). Os poucos livros que eu comprei foram edições mais simples, e paguei em torno de 13 CHF cada. No entanto, como em todos os casos, vale a pena olhar as promoções na FNAC. Comprei livros de receitas (aqueles lindinhos que vem com latinhas, forminhas e etc) e de artes por 7 CHF, 10 CHF – ótimas opções de presentes.

Eletrônicos

O preço dos eletrônicos é bastante atrativo na Suíça. Viajamos para a Itália, Holanda e Bélgica, e não achamos preços melhores que aqui. Mas lembrando, tudo pode depender do que você procura. Em lojas como Migros EletronicsFust e InterDiscount, é possível comprar computadores, celulares, videogames, máquinas fotográficas, itens pra casa (aspirador de pó, ferro de passar, torradeira) com um preço muito bom. E a dica vale aqui também: ficar de olho nas promoções.

Lojas de usados

Nas lojas de usados (Cash’nGo e CashConverters) é possível comprar de tudo um pouco e fazer bons achados. O ambiente nessas lojas é meio engraçado, mas o Henrique costuma comprar jogos e videogames com bons preços.

Maquiagem e cosméticos

Lausanne é uma cidade que tem muitas opções quando se trata de maquiagem e cosméticos. Além dos supermercados e das farmácias, as grandes lojas de departamento, como a Manor, Globus e Coop City, tem muita variedade de marcas.

Nos supermercados você encontra marcas como Maybelline, Loreal, Cover Girl, Catrice e Essence (marcas alemãs baratinhas e de boa qualidade), assim como produtos Nivea, Loreal, Garnier, Olaz, Clearasil, Schwarzkopf…

Nas farmácias você encontra Maybelline, Loreal, Bourjois, Essie, e produtos Avéne, La Roche Posay, Vichy, Eucerin, Caudalie, Clinique, Nuxe… Algumas farmácias oferecem marcas diferentes, como no caso da Benu, que vende ArtDeco e da Pharmacie Plus do Flon, que tem Make Up Forever, Korres, Burts Bees e produtos Bioderma.

Nas grandes lojas de departamento, como Manor e a Globus, é possível comprar marcas mais bacanas, como Dior, Channel, MAC, Bobby Brown, Guerlain, Clarins, Biotherm, Yves Saint Laurent e lá se foi o boi com as cordas. Nem todas as marcas são vendidas nessas quatro lojas, eu resumi (dê uma olhadinha nos sites se você procura algo em especial – por exemplo, Bobby Brown só tem na Globus).

Nas perfumarias Douglas e Marionnaud, você também encontra uma seleção de marcas mais bacanas (Channel e etc.).  Não existe Sephora da Suíça.

Além destas opções, existe uma loja da Kiehls na Globus, uma Lush na Place de la Palud, uma The Body Shop e uma Loccitane bem pertinho da Manor, e uma Yves Rocher perto do shopping Metropole.

Na dúvida, vai na Manor. Tem praticamente tudo lá.

Preços: As maquiagens no geral tem um preço melhor que no Brasil, mas mesmo assim nem se compara com o preço nos EUA. Vale a pena pesquisar, principalmente se você está passeando na Europa e vai passar por outros países, onde você pode encontrar melhores preços. Mas em alguns itens a diferença não é tão grande, então pode valer a pena comprar aqui, pois as lojas são muito organizadas, os produtos sempre tem tester e tem atendentes simpáticas pra te ajudar (e dependendo do que você procura, isso tem o seu valor).

Artigos para Casa e Decoração

GlobusManor e Coop City tem ótimas sessões de artigos para casa e decoração. Também tem a ConfoDeco, o MaxiBazar e a Casa (no shopping Metropole) com artigos bacanas. Mas em matéria de preço, nada melhor do que pegar o trem pra Allaman e fazer as compras na Ikea.

2013-12-01 15.54.01Vitrine da Manor no Natal

Dicas aleatórias:

– Tá sem tempo pra andar muito, ou então o tempo está horrível? Você pode passear no shopping Metropole, que não é assim grandes coisas, mas tem H&M, New Yorker, Tally Weijl, Pharmacie Sun Store, Migros Eletronics, Fust, Marionnaud, um mercado Migros enorme…

– Aqui em Lausanne tem Starbucks, McDonalds e Burger King. E agora vai ter um Subway na Gare já tem Subway!

– Na Rue de Bourg tem uma Ladurée, a confeitaria mais famosa de Paris.

– Pra comprar coisas fofas (aquelas coisas de decoração bem diferentes) eu recomendo a DOM e a Image+, porém, como todas as lojinhas bacanas nesse estilo, o preço é alto.

– O Coop City tem uma sessão de papelaria muito bacana.

– Pra comprar chocolate com bom preço, supermercado! Coop tem mais variedade (e tem Lindt e Cailler).

– Pra comprar Canivetes Victorinox, vá ao Migros, tem os melhores preços.

– Importante: o comércio aqui não abre no domingo. Lojas, supermercados, até o shopping fecha no domingo – o dia oficial de caminhar na beira do lago. No entanto, dá pra encontrar alguns lugares abertos na Gare (tipo o Coop Pronto) e, durante o verão, o Migros de Ouchy fica aberto aos domingos e até mais tarde durante a semana.

– Se você tem um pouco mais de tempo, considere a possibilidade de pegar um trem até Allaman. Atrás da Ikea existe uma espécie de Shopping Outlet, com lojas da Adidas, Puma, Reebok, Nike, Guess, Lacoste… Já encontramos peças com descontos ótimos, e também já saímos de lá sem comprar nada – acho que vai um pouco de sorte e de época.

Ficou com alguma dúvida? Deixe sua pergunta nos comentários!

Você também pode gostar de:

3 Comentários

  1. Viajo para Suiça em janeiro e não tenho nada de roupas de frio. Como a primeira parada será Lausanne gostaria da sua opinião de onde comprar um bom casaco e uma bota.
    Obrigada

    1. Olá Caroline
      Assim que passa o Natal muitas lojas já começam a fazer liquidações por aqui. Então no centro da cidade você vai achar muitas opções e de diferentes preços, tanto para roupas quanto para calçados.
      Existe um outlet que fica longe uns 20 min de trem de Lausanne (Outlet Aubonne em Allaman), mas só recomendo em último caso. Ele é pequeno e nem sempre os descontos são grande coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *