Japão: Castelo de Himeji

Quando começamos a planejar nossa viagem pro Japão, nós gastamos umas boas horas entre o Japan Guide e os vídeos no Youtube pra escolher o que fazer e já aprender um pouquinho da cultura do país. Nessas pesquisas nós nos deparamos com o castelo de Himeji. Não é muito fácil encontrar brasileiros recomendando esse passeio, mas nós achamos o lugar incrível e deixamos como uma “carta na manga”, caso sobrasse um tempinho na programação. Por um milagre (e pela loucura do fuso), esse tempinho sobrou no primeiro dia e nós fomos conhecer o Castelo de Himeji.

Himeji é uma cidade com cerca de 500 mil habitantes, mais ou menos entre Osaka e Okayama. O trajeto de Osaka a Himeji leva cerca de 1 hora com o JR, e está incluso no JRPass (também é possível ir de Shinkansen). Chegando na cidade de Himeji é muito simples: da estação do trem você já enxerga seu ponto turístico principal. Para chegar lá, uma caminhada de cerca de 15 minutos em linha reta por uma avenida movimentada, totalmente sem erro.

avenida

* Por curiosidade, Himeji é cidade irmã de Curitiba 😉

* Aliás, se você fizer a viagem Osaka-Hiroshima, você consegue enxergar o castelo também, é só ficar atento a cidade de Himeji!

O Castelo de Himeji (Himejijō) também chamado de Hakuro-jō e Shirasagi-jō, é considerado o mais espetacular castelo de todo o Japão. Ao contrário de outros castelos japoneses, o Castelo de Himeji nunca foi destruído por guerras, terremotos, incêndios… e sobrevive em sua forma original. Além de ser um tesouro nacional, o castelo também é Patrimônio da Humanidade desde 1993. A história do castelo se inicia em 1333, e a estrutura como vemos hoje foi finalizada em 1609. O castelo passou recentemente por uma extensa reforma e foi reaberto ao público em março de 2015.

himeji

O castelo fica aberto das 9h às 17h normalmente e das 9h às 18h na alta temporada (a bilheteria fecha 1 hora antes). A entrada para o castelo custa 1000 ienes por pessoa (cerca de R$ 28 hoje).

Nós chegamos perto do horário de fechamento da bilheteria e exploramos somente o prédio principal, o Daitenshu. São 7 andares que vão afunilando até chegar ao topo do castelo, com uma vista incrível da cidade e de todo o complexo. Já no início da subida nós retiramos os calçados e levamos eles em sacolas plásticas – foi agradável, já que o interior do castelo é todo de madeira. Conforme a subida ia afunilando, filas começaram a se formar e não foi fácil aguentar o aperto no calor japonês. Espere escadas estreitas e muitos turistas!

himeji_2

himeji_5 himeji_4 himeji_3

Ao contrário do castelo de Osaka, que é um museu, no castelo de Himeji o foco é mais a estrutura mesmo e a subida (considerando o prédio principal que conhecemos). Apesar de tudo, o passeio foi incrível! É um daqueles lugares que fazem cair a ficha do “estou no Japão”. Com certeza recomendamos o passeio e recomendamos reservar mais tempo para explorar tudo com calma 😉

* Falei da nossa programação no Japão nesse post aqui

Você também pode gostar de:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *