Lausanne: Supermercados

Na Suíça existem duas grandes redes de supermercado: o Coop e o Migros. Além deles, aqui em Lausanne também tem o Aldi Suisse, Lidl, Denner, pequenas mercearias espalhadas pelos bairros e os supermercados das grandes lojas Manor e Globus.

Eu vou falar um pouco do Migros/Denner e do Coop, que são supermercados mais parecidos com os supermercados brasileiros e, portanto, são os supermercados que a gente frequenta. Eu já tentei ir ao Lidl e ao Aldi Suisse*, mas não rolou – eles me lembram supermercados só pra atacado do Brasil, e eu não consigo me achar muito bem neles.

O Migros é um conglomerado de empresas suíças do setor de distribuição, que detém 37% do mercado suíço de alimentação, seguido pelo Coop, que detém 35%. É muito fácil encontrar qualquer um desses supermercados, e eles tem uma organização bem similar a dos mercados no Brasil. Você pode encontrar tanto hipermercados Migros (shopping Metropole – que tem um pouco de tudo), quanto versões menores (Migros EPFL). Assim como o Coop pode ser só o mercado, ou o Coop City – que é um Coop enorme, que além do mercado, também tem sessão de roupas, brinquedos, papelaria, decoração, beleza…

migros

O Migros é um mercado mais voltado para a venda do produtos da própria rede. Então, você vai encontrar muita variedade de produtos, porém pouca variedade de marcas. Os produtos são da marca Migros mesmo, ou de marcas que foram compradas pelo Migros. É um supermercado ótimo para comprar os básicos do dia a dia: arroz, feijão, farinha, massa, queijo… A parte de padaria também é ótima: eu adoro o pão trança de manteiga e os muffins. No Migros você encontra uma linha de produtos chamada “M-Budget“, que é uma linha mais popular e com preços bem mais acessíveis, cuja ideia é: você não vai encontrar produtos mais baratos em lugar nenhum. Nós compramos alguns produtos Budget, como pizza, e todos os que compramos são bons produtos.

O Migros é dono do Denner, então é bem comum encontrar um Denner sempre colado em um Migros. Isso porque o Migros não vende bebida alcoólica e marcas (como Nestlé, por exemplo), então o Denner surge para suprir essa demanda. Geralmente o Denner é um mercado pequeno e meio desorganizado, mas é ótimo pra comprar justamente essas coisas que você não encontra no Migros, como vinho, cereal Nesquick e pasta de dente Colgate.

Já o Coop é um mercado mais parecido com os mercados brasileiros no que diz respeito a variedade de marcas, mas eles também comercializam produtos da marca Coop. Eu costumo dizer que o Coop é um mercado traiçoeiro, porque é lá que você vai encontrar várias guloseimas de marcas conhecidas, uma infinidade de chocolates e vai encher o carrinho de coisa que não devia. Num geral, o Coop é um pouco mais caro que o Migros, então nós acabamos indo lá quando procuramos produtos de marcas específicas, que sabemos que só vamos encontrar lá (tipo biscoito Oreo, caldo Knorr e chocolates Lindt, por exemplo). Devido a essa diversidade de marcas, eu acho que o Coop é o melhor supermercado para comprar chocolate (mas as melhores promoções de chocolate você encontra no Denner).

Capture d'écran 2014-05-08 17.36.57

Com essas diferenças entre os supermercados, você acaba acostumando com a ideia de ter que ir a 2, ou até a 3 mercados diferentes pra comprar tudo o que você quer. Por exemplo: no Migros compramos todos os básicos, no Denner compramos o vinho, no Coop compramos chocolate e outras guloseimas e na Manor Food compramos doce de leite.

Só pra ter uma noção dos preços, segue uma pequena lista de produtos comprados no mês de abril 2014:

Massa Agnesi 500g: CHF 1,90

Molho de tomate 700g: CHF 2,30

1L de leite: CHF 1,35

Manteiga 250g: CHF 3,00

Arroz 1kg: CHF 2,60

Lata de lentilha 440g: CHF 1,25

Lata feijão 400g: CHF 1,25

Pote iogurte 180g: CHF 0,55

Farinha 1 kg: CHF 1,80

Alface “iceberg”: CHF 1,20

Mel 250g: CHF 3,10

Oreo 150g: CHF 2,75

Meia dúzia de ovos: CHF 2,50

Pizza Margherita Budget 430g: CHF 2,95

Pizza Margherita  de ‘marca’ 400g: CHF 6,00

Shampoo 500 ml: CHF 6,70

Peito de frango: CHF 20 –  Kilo

Bom, essa lista é só pra dar uma ideia mesmo, porque conforme o mercado e a marca que você comprar o preço vai ser diferente. Antes de se apavorar com alguns preços, a gente tem que lembrar que aqui as pessoas ganham mais e, portanto, as coisas acabam se equilibrando. Apesar de sempre lembrar disso, alguns itens nos parecem muito, mas muito caros mesmo, tipo a carne (cortes de 55 CHF o Kilo, por exemplo). Carne bovina, para nós, é um acontecimento.

De uma forma geral, todos os produtos tem informações em alemão-francês-italiano. Se não deu pra entender em nenhuma das línguas, a gente vai pelo desenho mesmo. Até agora as coisas mais difíceis de comprar foram fermento em pó, palmito e creme de cebola.

Algumas curiosidades:

– na sessão de frutas, legumes e verduras a gente mesmo pesa o produto, insere o código e sai a etiqueta com o preço.

– Alguns produtos, mesmo que muito comuns pros brasileiros, meio que não existem aqui (ou se escondem muito bem) tipo requeijão, sabonete em barra, gelatina, pipoca de microondas…

– Tem iogurtes com sabores estranhos: caramelo, chocolate, mocca. E são normalmente muito ruins.

– O mercado até dá sacolas plásticas, mas muito vagabundas. Nós sempre levamos as sacolas de casa, e a maioria das pessoas também (sacolas ou carrinhos de feira).

– Pra usar o carrinho no Migros é preciso colocar uma moeda de 1 ou 2 francos pra liberar o carrinho, e quando termina de fazer as compras e devolve o carrinho, pega a moeda de volta.

– Alguns produtos possuem duas datas de validade: a data limite para o produto ser vendido e data limite para o produto ser consumido. A diferença entre as duas datas depende do tipo de produto. Na manteiga, por exemplo, o mercado pode vender até o dia 13/05 e você pode consumir até dia 20/05.

– No sábado os mercados são todos cheios. Alguns produtos, como o frango, acabam e não tem reposição. Você fica sem mesmo.

– É você mesmo que empacota suas compras.

– Nunca tivemos problemas com os preços dos produtos (um preço na prateleira e outro no caixa) ou com validade no Migros ou Coop, mas já ouvi casos de venda de carne vencida no Migros, então é sempre bom ficar de olho. E na Denner, como é tudo meio caótico, acontece seguido de ter preços errados nas prateleiras.

Neste site é possível ver o custo de vida em Lausanne (e em várias outras cidades). Além da alimentação, também tem preços de transporte, aluguel, gasolina, internet… É uma mão na roda pra quem tá querendo saber, em média, o custo de vida aqui.

*Adição posterior: estou começando a gostar da ideia de ir no Aldi Suisse. Ainda não consigo fazer minhas compras da semana lá (porque eu não me acho naquele mercado), mas preciso admitir que é um bom mercado pra comprar algumas coisas (biscoitos, principalmente biscoitos) e que alguns itens são incrivelmente baratos quando comparados com o Migros e Coop.

Você também pode gostar de:

3 Comentários

  1. Oii, sou a rafa e gostaria de saber se vc pode fazer um post sobre custo de vida ai em lausanne, pq uma amiga da minha mae mora ai e ela ta pensando seriamente em ir prai. gostaria de saber tbm quanto ganha por hora uma faxineira e baba. Eu tenho 16 anos e se minha mae for pretendo ir tbm gostaria de saber se com essa idade posso trabalhar. Nos estamos concluindo a cidadania portuguesa então creio que seja mais facil emprego coreto ou nao
    desde já agradeço obrigada

    1. Olá Rafaela!
      Eu já fiz um post de custo de vida na Suíça – está aqui: http://gnomonique.com.br/custo-de-vida-na-suica/
      Eu não tenho certeza quanto ganha uma faxineira, mas acredito que seja perto de uns CHF 30 por hora (talvez mais, talvez menos). E para babás eu não tenho ideia de remuneração.
      Acredito que você já pode trabalhar com 16 anos, mas em vagas específicas. Para outros trabalhos, somente com 18.
      A cidadania portuguesa facilita sim a vida aqui, mas ela não é garantia de emprego.
      Obrigada

Deixe uma resposta para Rafaela Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *