Suíça: Lauterbrunnen

Nesse final de semana nós fomos pra Berna e Interlaken com um casal de amigos do Brasil. Alugamos um carro e passamos toda a manhã e início da tarde em Berna, depois partimos pra Interlaken. Enquanto eu pesquisava de antemão o que fazer nesses dois lugares, eu me deparei com sugestões de ir até Lauterbrunnen. O pessoal gostou da ideia e, no fim do nosso passeio em Interlaken, pegamos o carro e subimos até lá. São menos de 13 km, então em 20 minutos estávamos lá (também é possível subir de trem).

“Lauterbrunnen situa-se em um dos mais impressionantes vales cavados dos Alpes, entre gigantes fachadas rochosas e picos montanhosos. Com suas 72 estrondosas cachoeiras, ermos vales, coloridos prados alpinos e solitárias estalagens das montanhas, o Vale Lauterbrunnen constitui uma das maiores áreas de conservação da natureza de toda a Suíça.” MySwitzerland.com

Lauterbrunnen é um vilarejo pequeno, conhecido como o Vale das 72 cascatas. Aliás, Lauterbrunnen significa “muitas fontes”. É um vilarejo lindo, cheio de construções com sacadas floridas com uma vista maravilhosa, e ponto de partida para excursões no Jungfrau.

Chegamos lá e estacionamos o carro ao lado da Igreja, de onde se tem uma vista magnífica da Staubbach Falls, a mais famosa cascata de Lauterbrunnen. A Staubbach Falls tem cerca de 300 metros de altura, e é a segunda maior cascata da Suíça (e uma das maiores da Europa). Em 1779, Goethe visitou o vale de Lauterbrunnen e, inspirado pela beleza do local, escreveu seu poema “Spirit song over the waters”.

2014-07-05 19.13.25-22014-07-05 19.13.31 2014-07-05 19.14.45

Mas a coisa mais bacana que eu descobri é que Lauterbrunnen é o vilarejo que influenciou Tolkien na sua criação de Rivendell – Valfenda em português. Tolkien visitou Lauterbrunnen em 1911 com a família, e o que ele viu nessa viagem influenciou posteriormente sua criação da última casa amiga. Pra quem se interessar, aqui tem o texto completo. E aqui embaixo tem uma comparação de uma foto clássica de Lauterbrunnen com uma ilustração feita pelo próprio Tolkien ~ rolou uma emoção. Peguei as duas imagens no link que eu coloquei ali em cima.

Lauterbrunnental1a paint_rivendell

Eu já tinha lido na internet que é possível subir e passar por detrás da cascata, mas mesmo se não tivesse lido, quando chegamos lá enxergamos a trilha. É claro que a gente subiu! O mais bacana é que no comecinho da trilha tem um ponto em que vc pode pegar ‘Hiking poles’ – bastões- emprestados pra facilitar sua vida. São velhinhos e é difícil achar o par, mas com certeza dá uma ajuda. A subida tem uma parte bem tranquilinha, onde você vai contornando um morro com a ajuda dos bastões. Depois você atravessa um tunel que dá a sensação de entrar numa meia lata de alumínio gigante, e chega a uma escadaria. Dali, alternam-se degraus com pedras, em espaços as vezes abertos, as vezes fechados, até você chegar em uma abertura bem embaixo da cascata. Não espere ir até lá embaixo e voltar sequinho, mas você também não vai tomar um banho.

2014-07-05 19.26.47 2014-07-05 19.32.37 2014-07-05 19.37.54 2014-07-05 19.39.46

O passeio todo é super tranquilo e rapidinho, já que a cidade é pequena. Ficamos cerca de 1 hora em Lauterbrunnen e conseguimos fotos maravilhosas e uma experiência super diferente. Aliás, ficamos com muita vontade de voltar para passar um dia inteiro e explorar mais a região, conhecendo mais cascatas também!

Você também pode gostar de: