Suíça: Luzern

Luzerna é a cidade mais turística da Suíça. Segundo o que li (em algum lugar) é uma cidade que resume bem a Suíça e apresenta um pouco de tudo o que se espera ver aqui: rio, lago, montanhas, um centro histórico bem preservado, prédios lindos… Sem falar que a cidade é ótimo ponto de partida para passeios em todo o país.

Lucerna, situada ao Lago Lucerna e considerada a porta de entrada para a Suíça central, encontra-se inserida num impressionante panorama de montanhas. Graças a suas atrações, suas lojas de souvenir e de relógios, a atmosfera das margens de seu lago e as montanhas próximas do Rigi, Pilatus e Stanserhorn, a cidade é o destino perfeito de muitos grupos de turismo e turistas individuais percorrendo a Suíça central. My Switzerland

Luzern foi a cidade onde mais encontramos turistas em toda Suíça – naquele estilo ônibus de excursão com guia segurando uma maldita sombrinha “sinalizadora”. E foi a única cidade em toda a Suíça em que encontrei comércio aberto em pleno domingo (força do turismo).

Já visitei Luzern três vezes e, infelizmente, sempre com um tempo bem murcho (nublado ou muito frio). Por duas vezes nós engatamos a visita a Luzern depois de uma passada rápida em Zurich, e uma vez chegamos lá com o GoldenPass Line, depois de umas boas horas no trem panorâmico apreciando paisagens incríveis. Por conta disso, nossas visitas são sempre mais focadas no centro histórico, num estilo caminhada despretenciosa mesmo. Mesmo assim, é possível conhecer muito coisa bacana e se encantar com a cidade, veja a seguir:

Torre da Água e a Ponte da Capela

A ponte da Capela é um dos pontos mais importantes da cidade. É uma ponte de madeira coberta construída em 1333 sobre o rio Reuss, com 204 metros de extensão, onde se encontram 112 pinturas do século XVII e restauradas no século XX, que retratam a história da cidade. No meio da ponte se encontra a Wasserturm, a torre da água, que já foi prisão, câmara de tortura, torre de observação e arquivo municipal.

IMG_5842

IMG_5854

IMG_5917

O Leão Ferido

O Monumento do Leão, Löwendenkmal, é um leão esculpido numa parede de pedra natural, em homenagem aos mais de 700 soldados suíços que morreram defendendo Luís XVI em 1792, em Tuileries.

A escultura é linda e é enorme! Ponto de acúmulo máximo de turistas. Mark Twain (de As Aventuras de Huckleberry Finn e Tom Sawyer) descreveu o leão como uma das peças mais tristes e comoventes em pedra de todo o mundo – e é de se concordar.

Pra chegar até o Leão precisa caminhar um pouquinho, mas essa caminhada pelo centro da cidade vale totalmente a pena – e o Leão é, certamente, meu ponto favorito na cidade.

Hofkirche

Esta igreja fica no local do primeiro mosteiro da cidade de Luzern, que datava de meados do século VIII e dedicado ao St-Léger, e que foi consumido por um incêndio no domingo de Páscoa de 1633.

IMG_0380

IMG_0392

Museggmauer

Muralha que foi preservada em seu estado original (com exceção de uma torre). Pra quem tem mais tempo, 4 torres são abertas a visitação, oferecendo uma ótima vista da cidade!

IMG_5863 IMG_5870

Igreja dos Jesuítas

A igreja jesuíta do século XVII é considerada o primeiro edifício sacro em estilo barroco da Suíça.

IMG_0347

IMG_5871

O centro histórico

Meu roteiro favorito em Luzern é sair da Gare em direção a ponte da Capela, passar pela Igreja dos Jesuítas, admirar a muralha de defesa (e se tiver tempo ir até lá), ir para o outro lado do rio e caminhar pelo centro histórico já em direção do Leão. Nesse caminho é possível admirar a beleza do centro bem preservado, cheio de detalhes charmosos e suspresas.

IMG_0348No Natal!

IMG_0359

IMG_0412

Luzern é realmente uma cidade linda e com um clima bacana. Descontando o fato de que dá pra se incomodar com a quantidade de turistas (o que não acontece com frequência na Suíça), é uma cidade que realmente vale a pena visitar, nem que seja só por algumas horinhas, como a gente fez (a localização da cidade ajuda).

Você também pode gostar de:

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *