Séries: Sherlock

O último livro que li foi o que trouxe comigo em novembro (A little history of the world), e desde então, não li mais nada – não por falta de interesse (porque minha lista de leituras é imensa) mas me deparei com um cenário de preços proibitivos aqui na Suíça. Estou pensando em ler no Ipad, mas enquanto eu não compro os livros, estou me divertindo assistindo séries.

Eu acompanho alguns blogs e li bons comentários a respeito da série Sherlock, da rede BBC, e com toda a exposição do Benedict Cumberbatch e do Martin Freeman devido ao Hobbit, fiquei com essa série na cabeça e resolvi assistir.

sherlock-2-poster

Até o momento são 3 temporadas (2010, 2012 e 2014), cada uma com 3 episódios de mais ou menos 1h30. A série conta as “aventuras” do detetive Sherlock Holmes e de seu assistente John Watson nos dias de hoje. John é um médico do exército britânico baleado na Guerra do Afeganistão e forçado a voltar a Londres. Depressivo e desempregado, ele conhece Sherlock Holmes através de um amigo em comum, justamente quando Sherlock procura alguém para dividir seu apartamento. Sherlock é um “detetive consultant” a quem a Scotland Yard recorre para solucionar os crimes mais difíceis. Os dois passam a trabalhar juntos, desvendando crimes e tudo o mais, e assim se desenrola a série.

giphysherlock

Os episódios são CHEIOS de informação e é preciso estar atento pra não perder o mio da feada. O Sherlock é absurdamente inteligente (e sabe disso, e se acha por causa disso, e faz de tudo pra não perder seu posto de suprema inteligência), mas a sua interação com os outros personagens, principalmente o Watson, é muito divertida. Os atores são ótimos e com certeza essa é a melhor representação de Sherlock Holmes que eu já assisti.

Além de tudo isso, tem outros dois detalhes que me fizeram gostar MUITO dessa série. Primeiramente, porque cada capítulo tem seu início, meio e fim: o crime é desvendado e não ficam pontas soltas pro próximo capítulo (com exceção dos finais de temporada). E, portanto, se você fica ansioso pra ver o próximo episódio é porque a série é boa mesmo. E segundo, porque apesar de manter toda uma mesma estrutura de capítulo (e cada capítulo é uma história em si) o seriado evolui – os personagens evoluem, mudam, suas relações amadurecem. E da mesma forma que a gente se surpreende com a resolução dos casos, também se surpreende com os personagens. Eu acho isso o máximo porque eu odeio personagens que não mudam, que ficam como papagaios repetindo discurso do primeiro capítulo, como se tudo que acontece no “durante” não fosse capaz de mudar nada.

Enfim: assistimos todas as temporadas em 1 semana e gostamos MUITO. Agora eu estou aqui, passando por um momento de depressão – daqueles que acontecem quando acabamos um livro muito bom, quando voltamos de uma super viagem ou quando acabam as férias – e pensando o que farei agora nos meus momentos de lazer…

giphyben

Você também pode gostar de:

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *