Sobre

O Gnomonique é um espaço criado para dividir tudo aquilo que eu tenho vontade.  A ideia de fazer um blog surgiu após a mudança pra Suíça em 2013 e, por consequência, da minha vontade de compartilhar, em um só lugar, como anda a vida por aqui, as nossas viagens e tudo o mais que eu julgava interessante.

Escrever é, para mim, uma atividade prazerosa. E escrever pensando na minha família e amigos, pensando que eles vão ler, vão ver as fotos, vão gostar de certas informações é, de certa forma, uma maneira de estar mais próxima deles.

Com o tempo esses relatos acabaram tomando também outras dimensões. Eu percebi que não só família e amigos estavam chegando aqui, mas também desconhecidos procurando por informações a respeito da Suíça, de Lausanne… e assim eu passei a compartilhar algumas informações que acredito serem úteis pra quem planeja uma mudança pra cá ou quer descobrir como são as coisas por aqui .

Outro aspecto positivo que descobri ao escrever o blog é que ele se transforma em uma espécie de diário do autor. E, pra quem tem memória curta, isso é precioso! Poder reler certos posts e relembrar detalhes de uma viagem é uma forma de matar as saudades sempre que eu quiser. E eu descobri que isso funcionalmente incrivelmente bem para livros também, e aí surgiram as resenhas/opiniões de livros e séries (atualmente, tudo que leio tem menção no blog).

Então eu acabei misturando tudo isso aqui, pra falar de tudo um pouco, sobre o que der vontade, sobre tudo o que eu quero lembrar no futuro, sobre livros, viagens e aleatoriedades. Mas não pense que isso virou uma total bagunça! Você pode selecionar o que você quer ver clicando nas categorias, ou então utilizando as páginas ali de cima.

Quem escreve?
Quem escreve sou eu, Monique, 29 anos, designer, estudante, gaúcha, apaixonada por gatos, livros, panettone de frutas e chá gelado. Entre Brasil e Suíça, conforme a vida chama!

Por que Gnomonique?

A gnomonique (francês)  é a arte de calcular e traçar relógios solares. A explicação é bonita, mas a verdade é que eu li esse nome num clipe do Franz Ferdinand lááá em 2005 e desde então eu tenho usado pra tudo! Ta aí o clipe que não me deixa mentir:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *