Suíça: bolsas de estudo e custo de vida

Assim que abriram as inscrições para bolsas de estudo na Suíça oferecidas pelo governo suíço, comecei a receber emails e comentários sobre esse assunto. De início eu respondi individualmente, mas chegou o ponto que acho que vale mais a pena mesmo fazer um post. A pergunta central é: dá pra viver na Suíça com CHF 2000?

Pra começar, se você não sabe do que estou falando é melhor se informar aqui. Segundo esse link, estão abertas inscrições para doutorado, pós doutorado e pesquisa na Suíça até 31 de outubro.

kaboompics

Vamos considerar o doutorado, que é foco das perguntas que tenho recebido.  É uma bolsa de doutorado pleno na Suíça, com duração máxima de 3 anos e que inicia em setembro de 2016.

Segundo esse documento, o pagamento mensal é de CHF 1920,00 – o que tem gerado as dúvidas que recebo por email. No entanto, precisamos avaliar o que mais é oferecido, em termos econômicos:

  • isenção de taxas escolares (exceto para EPFL)
  • seguro saúde obrigatório pago pela FCS
  • valor fixo para passagem aérea (pago no final do período)
  • CHF 300 de auxílio moradia (uma única parcela)
  • cartão meia tarifa válido por 1 ano

E os maiores gastos pra se viver na Suíça são:

Aluguel: considerando Lausanne como parâmetro, se você quiser viver em área central e sem dividir, pode contar que vai gastar tranquilamente uns CHF 1200 por mês (já falei que é caro, lembram?). Alugar um apartamento por imobiliária é quase impossível, e dificilmente se consegue algo se você não tiver uma renda de pelo menos 3 vezes o valor do aluguel. Então a ideia aqui é alugar um quarto, dividir um apartamento e fugir um pouco das zonas centrais. Mesmo assim, considere uns CHF 700 como um valor mínimo (e desconfie e analise bem se conseguir algo por menos do que isso). Ah, e de preferência que seja um lugar mobiliado, assim você não tem que se stressar e gastar com isso também (mas se precisar a Ikea é a melhor opção).

Seguro Saúde: o seguro é pago pela FCS.

* maaas, se por um infortúnio tiver que sair do seu bolso, conte CHF 86 para um seguro de estudante (que você pode ser elegível ou não) ou então CHF 230 para um seguro normal, podendo chegar a quase CHF 400 dependendo da franquia!

Transporte: esse cartão meia tarifa oferecido no primeiro ano já é uma mão na roda, e vai te dar 50% (as vezes menos) de desconto no transporte público. Depois, se você quiser manter esse cartão meia tarifa ele custa CHF 165 por ano.

Um abonamento mensal para transitar em duas zonas (Grande Lausanne, por exemplo) custa CHF 72, independente do meia tarifa. Pra ter noção de despesas, vale conferir o site do CFF. E, dependendo de onde você mora, bicicleta pode ser uma ótima opção!

Alimentação: comer fora é caro, bem caro. Até mesmo na universidade, que o valor é mais em conta, ainda é caro (não existe bandejão, RU e etc). Uma refeição para estudante na universidade sai por cerca de CHF 10. O jeito é comprar no supermercado e cozinhar em casa, e aí a alimentação fica bem mais em conta. Vai depender de cada um e dos seus hábitos, mas dá pra comer bem sem gastar demais.

Internet e telefone: se precisar pagar internet em casa pode contar mais uns CHF 50 por mês, e na conta do celular, com um plano basiquinho, pode contar mais uns CHF 30 por mês (mas pode usar cartão também, cada um faz como pode né).

* Billag: o billag é uma cobrança relativa aos direitos de rádio e tv. Se você tiver uma tv em casa, internet ou computador, terá que pagar cerca de CHF 450 por ano.

Extras: eletrônicos, roupas, calçados… apesar de ser um país caro, esse itens tem um bom preço na Suíça, principalmente se você souber ser paciente e catar as promoções (eles não assustam quem está acostumado com os altos impostos brasileiros).

numbers-money-calculating-calculation

De qualquer forma, a vida na Suíça com CHF 2000 é uma vida sem luxos e que exige planejamento e um jogo de cintura. Ninguém vai enriquecer e rodar todo país, mas também não significa passar fome e viver trancado em casa.

Nessa situação, em específico, o que mais impacta é o aluguel e a alimentação. Se você optar por moradia mais simples (seja viver mais longe do centro, seja alugar somente um quarto) e comprar matéria prima no supermercado e cozinhar em casa, dá pra viver sim com esse valor. Agooora, se você curte um luxo/ostentação/comer fora todo dia ou pretende trazer a família… só esses CHF 2000 não vão dar conta!

* Acreditamos que, no caso de doutorandos que trabalhem como professores assistentes, exista um reforço desse salário pago pelos laboratórios contratantes.

Pra quem não viu, já fiz o post do custo de vida na Suíça, está aqui. E, para dúvidas, deixem nos comentários!

Você também pode gostar de:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *