Top maquiagens de 2014!

Seguindo na linha do post anterior, hoje eu vou listar os 10 produtos de maquiagem que eu mais usei em 2014. Mas antes eu vou falar um pouquinho da minha relação com a maquiagem, pra contextualizar isso tudo.

Quando eu era adolescente eu usava lápis preto, máscara, corretivo em bastão e gloss comi coxinha. E usava só de vez em quando mesmo. Conforme eu fui envelhecendo, eu percebi que alguns momentos exigiam um pouco mais do que isso, então eu podia pagar pra ser maquiada em todas ocasiões importantes ou aprender a fazer sozinha. Obviamente eu achei melhor aprender, e com 22 anos eu entrei no Boticário e resolvi comprar minha primeira base (e meu primeiro pó, e meu primeiro blush) e montei um kit bem básico. Só lá pelos 24 é que eu passei a me interessar e ter curiosidade no assunto, e passei a seguir alguns blogs e assistir tutoriais.

Desde então eu procuro me manter sempre bem informada no assunto. Não que eu precise, porque eu uso maquiagem raramente, mas eu gosto de ter bons produtos e saber fazer algo bacana quando eu preciso, da mesma forma como eu gosto de fazer minha própria unha, minha depilação e etc. – eu gosto da independência. Eu odeio salão de beleza, odeio ter que sair de casa por motivos banais, e saber se virar com essas coisas é ouro quando você se muda pra outro país.

No meu dia a dia eu uso só corretivo e pó (mas não tenho nenhuma problema e nem vergonha de sair de cara lavada). Mesmo quando a ocasião pede um pouco mais, eu sempre dou preferência para um visual mais leve, usando bem pouco produto na pele e dando preferência pra produtos com aspecto mais natural. A escolha geralmente é um leve delineado com balm (ou batom discreto) e raramente eu uso sombras e esfumado (mas se precisar fazer eu sei, ehehe). Mesmo gostando de maquiagem, eu sou muito fã de praticidade e naturalidade.

Eu acho que super vale a pena investir em produtos mais caros para a pele (base, corretivo e pó) porque eles realmente fazem a diferença. E se você tem pele sensível e oleosa, a diferença é gritante. De resto (batom, sombra, blush, lápis..), eu prefiro marcas mais baratinhas mesmo – e hoje em dia temos muitas marcas baratinhas com produtos de qualidade (adoro Catrice, Essence, Kiko, P2, Vult, Quem disse Berenice, Panvel…).

Meu acervo não é grande, porque eu uso muito pouco, mas eu procuro escolher tudo com carinho e cuidado. Ter menos e melhor, usar tudo o que eu tenho: esse é o lema. Vamos ver então o que eu mais usei?

Base Stay-Matte Clinique

Esse ano eu queria uma base boa e que tivesse a minha cor (sim, já cansei de comprar base de cor errada). Então eu entrei em uma Sephora e fiz o color IQ, aquele teste da cor da pele. A moça pediu quais bases indicadas pelo teste eu queria provar, e depois de provar umas 3 diferentes, eu achei que essa da Clinique foi a melhor (efeito x preço). Desde então eu só tenho usado ela e ainda estou longe de terminar (rende muito). Ela tem uma cobertura leve/média, não segura minha oleosidade (mas também não fica feia se eu passar um pozinho por cima) e deixa a pele com um aspecto muito natural e bonito. Apesar do nome Matte, ela não deixa a pele opaca. E ela tem, exatamente, a minha cor (Linen 01) – vitória! Virou minha base favorita e, por enquanto, nem penso em comprar outra.

 Pro Longwear MAC

Muito se fala desse corretivo, e meu primeiro teste com ele foi de chorar (a moça da MAC passou a cor errada e parecia que eu tinha apanhado e o hematoma estava na fase do amarelamento). Muitos anos depois, eu teimei e fui testar de novo. Já cheguei falando “NC nem pensar” e a mocinha acertou a cor. Desde então, tenho usado quase todos os dias. Ele até substituiu o corretivo do coração (TRACTA) porque cobre bem usando muito pouco e fica sequinho na pele sem precisar de pó por cima (e isso é mara pra quem tem linhazinhas finas). Em resumo, se você achar a cor certa, ele realmente é um corretivo muito bom (e rende pra toda vida se você tomar cuidado com aquela embalagem de vidro maledeta e com o pump desperdiçador).

 Blot Powder MAC

Esse é amor eterno, amor verdadeiro. Falam muito bem dele e eu assino embaixo, porque realmente é o único pó capaz de segurar minha oleosidade por todo o dia. Eu não acho ele exatamente fininho e invisível (quando quero invisibilidade uso o HD da MUFE ou o translúcido da Essence) mas ele é o que mais segura na minha pele. Antes mesmo de acabar já vou providenciar o próximo.

 The Rocket Maybelline

Este ano a máscara que eu mais usei foi a the Rocket, da Maybelline – e estou usando ainda. Não acho o melhor efeito do mundo (prefiro a The Falsies) mas é uma boa máscara.

 Blush ELF Tickled Pink

Esse blush eu comprei simplesmente porque era barato, mas acabou sendo meu blush queridinho do ano. Como eu fico com as bochechas vermelhas com facilidade, eu procuro não pesar no blush pra não virar a Emília. Esse tem uma corzinha bem discreta e fofinha (que eu não sei definir), então cai bem pra dar um leve toque de saúde.

makes Lápis Sobrancelha Panvel Universal

Passei muito tempo sem dar a mínima pra elas, mas hoje vejo como elas são importantes. Como minha sobrancelha é ralinha e cheia de falhas, tenho usado muito o lápis de sobrancelhas universal da Panvel pra preencher de leve (me sinto a Frida Kahlo de sobrancelha marcada).

 Lápis KIKO

Eu não sou muito fã de batom. Então eu acabo usando só um balm (eventualmente um balm com cor). Mas eu acho lindo batom escuro, então as vezes eu acabo me aventurando nesse mundo aí. Não consigo gostar muito de batom, mas acabei gostando muito de usar lápis labial (desenha mais fácil e fica sequinho). Meu favorito é o Smart Lip Pencil 710 da KIKO – aqui dá pra ter uma ideia mais fiel da cor. Aliás, a KIKO tem opções ótimas de lápis labial e o preço é muito amigo pra quem quer se aventurar nas cores escuras sem gastar muito.

 Lápis Quem disse Berenice

Eu até curto um delineador preto tradicional (uso a Eyeliner Pen da Catrice) mas preciso confessar que meus produtos de olhos mais usados são os lápis da Quem disse Berenice (Azuluxo e Marronzix). Eu uso eles pra fazer delineado e é incrível o quanto eles duram nos olhos. Em Agosto, quando fomos pra Bellinzona, nós subimos até o Corbaro Sasso embaixo de um calor infernal e chegamos lá em cima suados e acabados, na capa da gaita e sem dignidade – mas o delineado seguia intacto!

 Sombras Maybelline

Em 90% das minhas maquiagens eu não uso sombra. Mas as vezes eu quero variar um pouquinho e acabo usando. Nessas horas eu adoro usar as Color Tattoo da Maybelline: é prático de passar e o efeito fica bonito. As vezes você tá na pressa, tá se arrumando na casa de outra pessoa, tá sem paciência, tá viajando… essas sombras tipo gel e em bastão são uma mão na roda, não precisa nem de pincel.

Curvex Tweezermann

Eu até podia falar de pincéis e tals, mas o acessório que eu realmente uso toda vez que me maquio é o curvex. Meus cílios são retos e o curvex faz diferença – desde que combinado com a máscara, porque senão eles tombam de novo.

makes2

 

No final das contas, são mais ou menos esses itens que eu levo quando viajo e preciso montar um kit compacto – posso trocar a base por um bb cream e variar um pouquinho nas cores, mas é basicamente isso.

Você também pode gostar de:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *