Viver em Lausanne é: TRANSPORTES

Viver em Lausanne é: uma nova série de posts sobre como é viver aqui. Inicialmente eu fiz um único post, mas como ele ficou muito comprido (diminuindo drasticamente as chances de ser lido) eu resolvi quebrar em tópicos e ir postando um tópico por semana, começando com os Transportes.

plan-reseau-tl

Viver em Lausanne é:

– Acostumar com a ideia que você pode entrar no ônibus por qualquer porta e que você não precisa apresentar sua passagem (nem pra um cobrador, nem pra uma máquina).

– Entender que, apesar disso, é sempre bom ter uma passagem, pra quando os fiscais fizerem uma abordagem surpresa altamente malandra pra pegar aqueles que não tem passagem (e aplicar uma multa de 100 francos).

– É conferir no celular (ou computador) a hora que o ônibus vai passar e ir pra parada só na hora certa (normalmente é seguro chegar 1 min. antes). Assim como conferir os melhores itinerários para chegar em algum lugar.

– Contar com um sistema, quase sempre, pontual.

– Aprender que, para a porta abrir, você deve apertar no botãozinho verde.

– Acostumar com o “prochain arrêt:….” até não ouvir ele mais. Porém, perceber que agora a voz que fala as paradas engasga na hora de dizer LEB (é…lô…bi). Talvez antes fosse rápido demais: élôbi.

– Perceber que, mesmo para fazer trajetos curtos, você tem que trocar de ônibus/metrô.

Plan_mobilis_LSnTourisme_2013

– Aprender que na hierarquia do transporte lausannois, as mochilas das outras pessoas tem mais direto de sentar do que você.

– Perceber que as pessoas aqui não costumam ceder lugar para os idosos (baita vergonha).

– Andar no M2 em horário de pouquíssimo movimento só pra ficar no lugar do “suposto” motorista.

– Pegar trem e ônibus lotados em horários de pico, exatamente como no Brasil.

– Levar 1 hora pra cobrir 5 quilômetros na hora do rush, exatamente como no Brasil.

– Encontrar bicicletas, carrinhos de bebê, equipamentos de ski e cachorros dentro do transporte público.

– Se livrar das moedinhas de 10 na máquina de comprar passagem – e achar uma lástima que ela não aceite moedas de 5.

– Cantar Michel Teló mentalmente toda vez que passa pela Estação Délices.

– Aprender a ficar no início da estação em horários de menor movimento, porque o M1 vem com um vagão só.

– Reparar que 90% das pessoas no transporte público estão alienadas com seus celulares.

– Ficar tanto tempo sem andar de carro que você até estranha depois (a menos que você seja rhyco e tenha um).

Você também pode gostar de:

2 Comentários

  1. Olá! Muito boas as suas dicas. Moro em Porto Alegre e estou indo para Lausanne amanhã! Usarei muito o transporte público, é bom saber esses costumes! Achei o seu blog quando procurava informações sobre supermercados…. Já ajudou muito! Continue colocando dias valiosas! Abraço.

    1. Olá Giovanna!
      Que bom saber que as informações te ajudaram!
      Que você faça uma boa viagem e aproveite bastante a cidade!
      Se precisar de alguma informação específica ou alguma ajuda, é só comentar aqui.
      Grande abraço!

Deixe uma resposta para Monique Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *